Por favor, segue a Linha Vermelha

A Linha Vermelha é um desenho tridimensional elaborado na e com a paisagem. As frases inscritas, convidam o visitante a olhar para o envolvimento e a interagir com ele.
Segue a linha, segue as frases:
Abraça uma árvore, procura a doninha, joga às escondidas, caminha descalço no parque, diz um poema, sobre a colina e vê a cidade, agradece o frondoso do parque.

Ficha técnica

Por favor, segue a Linha Vermelha, 2018

Autoria: Cristina Ataíde
1300 m (medidas variáveis; comprimento total da Precinta)
Precinta, Tinta, Metal
Mata do Fontelo / 40.6580970, -7.9015820

Nas palavras do autor

Cristina Ataíde

Nasceu em Viseu,1951. Vive e trabalha em Lisboa. Licenciada em Escultura pela ESBAL, Lisboa. Frequentou o Curso de Design de Equipamento da ESBAL, Lisboa. Foi diretora de produção de Escultura e Design da Made In, Alenquer de 1987 a 1996 onde trabalhou com Anish Kapoor, Michelangelo Pistolleto, Keit Sonnier, Matt Mullican, entre outros. Professora convidada na Universidade Lusófona em Lisboa de 1997 a 2012. Expõe com regularidade desde 1984. A sua obra feita muitas vezes em viagem, transita entre a escultura e o desenho passando pela fotografia e vídeo. As preocupações com a Natureza são uma das constantes do seu trabalho e as grandes instalações e o site-specific ocupam um importante lugar nas suas mostras e pesquisa. Representada pelas Galerias: Belo-Galsterer, Lisboa; Magda Bellotti, Madrid; Andrea Rehder, Arte Contemporânea, São Paulo; Ybakatu, Curitiba e The Shed Space, Brooklin, NYC.

Localização

Mata do Fontelo
Viseu, Portugal
40.6580970, -7.9015820