OpenCall-2019 POLDRA-www-poldra

Mata do Fontelo (Viseu, Portugal)
Candidaturas até 26 de Abril de 2020

OpenCall-2020 POLDRA-www1

Candidaturas encerradas. Os resultados serão anunciados brevemente.

Terminado o prazo de receção de candidaturas para a Open Call POLDRA 2020, gostaríamos de agradecer, a todos, o interesse no projeto, em particular neste período complexo que – sabemos – em muito limitou algumas das questões mais técnicas.
Ainda assim, foram recebidas 101 propostas, representando 38 países dispersos por 4 continentes!

A próxima etapa será a transmissão das propostas aos membros do Júri esperando que, até meados de Junho, haja uma decisão quanto a quais as obras propostas que integrarão o Circuito de Escultura Pública da Mata do Fontelo – POLDRA, em Outubro de 2020.

Comunicaremos por e-mail essa decisão que será também publicada nesta página.
Uma vez mais, o nosso agradecimento. Até breve.

Sobre

O POLDRA – Public Sculpture Project Viseu, procura desenvolver propostas contemporâneas de arte pública/arte em espaço público – com particular enfoque para a vertente escultórica – criadas ou adaptadas para espaços selecionados da cidade de Viseu (sendo de raiz, ou tornando-se, site-specific) reinventando-os e reinterpretando-os, promovendo uma interação entre o visitante e os locais de implantação. Nesta dinâmica, a obra será o potenciador de uma relação, que se espera, exista para lá do olhar.

O POLDRA – Public Sculpture Project Viseu, procura desenvolver propostas contemporâneas de arte pública/arte em espaço público – com particular enfoque para a vertente escultórica – criadas ou adaptadas para espaços selecionados da cidade de Viseu (sendo de raiz, ou tornando-se, site-specific) reinventando-os e reinterpretando-os, promovendo uma interação entre o visitante e os locais de implantação. Nesta dinâmica, a obra será o potenciador de uma relação, que se espera, exista para lá do olhar.

POLDRA contribui assim para dotar Viseu de um circuito de arte pública a céu aberto. A cada edição surge uma vertente de intervenção temporária de longa duração, que desenvolve um mínimo de 3 propostas que se mantêm por períodos de cerca de 2 anos, garantindo o cruzamento entre as propostas e execuções de cada ano, com as de edições sequentes, e permitindo diálogos entre premissas, motes, olhares e autorias.

Complementarmente, a cada ano e através de uma Open Call, se incentiva a apresentação de propostas que complementem a colecção e permitam distintos olhares e práticas sobre os espaços públicos que o POLDRA defina como os da sua abrangência.

Devendo ser pensadas especificamente para a Mata do Fontelo (Viseu, Portugal), as propostas que se apresentem a esta Open Call, devem refletir sobre a problemática da Arte em Espaço Público e ser, elas mesmas, um reflexo do percurso e trabalho do criador (individual ou coletivo) responsável pela proposta

Como submeter uma proposta?

Para a submissão de propostas, deverá preencher este formulário e anexar um ficheiro em .pdf, com um máximo de 20 páginas e não superior a 10MB.

O ficheiro deverá ser nomeado como se indica: autor_titulodaobra

As informações que deverão constar do ficheiro são as seguintes:
• Identificação do autor e titulo – ainda que provisório – da proposta;
• Memória descritiva da proposta (até 300 palavras);
• Descrição do processo de montagem, construção, necessidades técnicas e logísticas, etc. (até 300 palavras);
• Max. 5 Imagens – e/ou links para vídeo, som, etc… – sobre a proposta (desenhos, maquetes, montagens fotográficas, etc…);
• Previsão orçamental e cronograma da criação/instalação;
• Max. 10 Imagens: Portfólio (links, para vídeos, etc.);
• Bio/CV elucidativa do percurso do autor (até 300 palavras);

Regulamento e anexos

Júri

Para a edição de 2020, o Júri será constituído por um ele­mento da Organização (João Dias, Direção Artística POLDRA), um elemento em representação do Município de Viseu (Jorge Sobrado, Vereador da Cultura e Turismo do Município de Viseu), três personalidades de reconhecida experiência e mérito, no domínio da criação contemporânea (Emília Fer­reira, Diretora do Museu Nacional de Arte Contemporânea; Stella Ioannou, Codiretora do festival “Sculpture in the City”; Penelope Curtis, Diretora do Museu da Fundação Calouste Gulbenkian), e um criador que tenha integrado uma anterior edição do POLDRA (Miguel Palma, Artista Plástico).

Local: Mata do Fontelo, Viseu. Portugal. (40.656334, -7.900189)