OpenCall-2019 POLDRA-www-poldra
OpenCall-2019 POLDRA-www8

Premissa

O POLDRA – Public Sculpture Project Viseu, procura desenvolver propostas contemporâneas de arte pública/arte em espaço público – com particular enfoque para a vertente escultórica – criadas ou adaptadas para espaços selecionados da cidade de Viseu (sendo de raiz, ou tornando-se, site-specific) reinventando-os e reinterpretando-os, promovendo uma interação entre o visitante e os locais de implantação. Nesta dinâmica, a obra será o potenciador de uma relação, que se espera, exista para lá do olhar.

POLDRA contribui assim para dotar Viseu de um circuito de arte pública a céu aberto. A cada edição surge uma vertente de intervenção temporária de longa duração, que desenvolve um mínimo de 3 propostas que se mantêm por períodos de cerca de 2 anos, garantindo o cruzamento entre as propostas e execuções de cada ano, com as de edições sequentes, e permitindo diálogos entre premissas, motes, olhares e autorias.

Complementarmente, a cada ano e através de uma Open Call, se incentiva a apresentação de propostas que complementem a colecção e permitam distintos olhares e práticas sobre os espaços públicos que o POLDRA defina como os da sua abrangência.

Devendo ser pensadas especificamente para a Mata do Fontelo (Viseu, Portugal), as propostas que se apresentem a esta Open Call, devem refletir sobre a problemática da Arte em Espaço Público e ser, elas mesmas, um reflexo do percurso e trabalho do criador (individual ou coletivo) responsável pela proposta

Resultados

A Open Call POLDRA 2019, que esteve aberta à recepção de propostas entre 01 de Março e 07 de Abril de 2019 e que visa desenvolver propostas de arte em espaço público, recebeu um total de 44 candidaturas, provenientes de 3 continentes, no total de 17 países (Azerbeijão, Inglaterra, Chile, Dinarmarca, Holanda, Espanha, Guatemala, Suiça, Turquia, China, E.U.A., Israel, Brasil, Ucrânia, Itália, Escócia e Alemanha).

O Júri selecionou duas obras para se concretizarem nesta segunda edição do POLDRA. Assim, as propostas “LITHOS” de Natalia Bezerra (E.U.A) e Kaitlin Ferguson (Escócia); e “Pedra Viva” da artista portuguesa Liliana Velho, serão as primeiras a integrar o Circuito de Escultura Pública da Mata do Fontelo, via Candidatura Aberta, e poderão ser visitadas a partir de Outubro deste ano.

Às autoras os devidos parabéns e a todos os que apresentaram as suas propostas, os nossos agradecimentos.

Regulamento e anexos

Júri

O Júri foi constituído por um elemento da Organização (João Dias, Direção Artística POLDRA), um elemento em representação do Município de Viseu (Jorge Sobrado, Vereador da Cultura e Turismo do Município de Viseu), duas personalidades de reconhecida experiência e mérito, no domínio da criação contemporânea (Emília Ferreira, Diretora do Museu Nacional de Arte Contemporânea; Stella Ioannou, Codiretora do festival “Sculpture in the City”), e uma criadora que integrou a edição anterior do POLDRA (Cristina Ataíde, Artista Plástica).